Translate the page here/Traducir la página aquí

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Justiça com as Próprias Mãos (Sinopse)

A violência hoje em dia no Brasil é caso de guerra civil , e eu fui mais uma vítima , sim perdi meus pais para menores infratores , que de menores não tem nada , pois mataram meus pais a sangue frio , e acima de tudo , na minha frente , sabe, só pude contar com a minha mãe , não fui aparada pelo estado e nem por direitos humanos , que estavam mais preocupados com os bandidos , que eram menores favelados e oprimidos da sociedade , sim , tive que escutar isso de um advogado , que era para me defender e defender a minha irmã.
Hoje tenho ódio, ódio de quem defende bandido, que se preocupa em se aparecer, porque essa pessoas estão preocupadas em aparecer, estupradores, bandidos e assassinos não merecem perdão, merecem pagar com a vida, e quem defende, merece pagar com a vida também.
Meu nome é Laura da Silva, sou advogada e delegada da polícia federal, e graças aos queridos militares, aprendi ótimas técnicas de torturas que aplicado no fundo da minha delegacia, em todos os tipos de bandidos, corruptos, assassinos, estupradores e quem os defenda, aqui ninguém passa se soltar a verdade e tenho homens de confianças , que na maioria das vezes fazem todo o trabalho sujo para mim.
Aqui o nosso lema é , bandido bom é bandido morto na maioria dos casos , somos verdadeiros atores , pois a vingança está na minha cabeça , pode ser o presidente até o grande traficante , se for necessário , eu mato , porque eu considero eles culpados pela morte de duas pessoas inocentes que só estavam me levando pro cinema.
A vingança será a minha força para levar a justiça a todos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, não seja covarde em mostrar o seu lado também , não seja anonimo covarde